O exercício físico é sempre importante para a manutenção de uma boa saúde. Com ele, porém, podem surgir problemas pelo corpo, como dores pelo joelho e quadril. Mas calma: questões podem ser resolvidas facilmente. Como? Com a fisioterapia no Pacaembu!

A qualidade de vida no bairro

Talvez você não conheça a cidade de São Paulo, mas o nome “Pacaembu” não lhe é estranho. Afinal, Pacaembu é o título do estádio que já abrigou muitos dos jogos de futebol das equipes paulistas.

Pacaembu goza de uma qualidade de vida bastante interessante na maior cidade do país. Isso mesmo que haja grande nível de poluição do ar e sonora na cidade, além da correria do dia a dia. Dessa forma, é bastante comum que os moradores do bairro se dediquem a algum tempo de atividades físicas. Algo recomendado para todos, pois o esporte fortalece o corpo e garante maior bem-estar. Associado a essa prática intensa, porém, podem surgir também problemas em articulações e músculos. Às vezes pela escolha incorreta do exercício; outras, por sua má execução. Para garantir a qualidade de vida dos indivíduos, então, é a vez da fisioterapia no Pacaembu!

Fisioterapia no Pacaembu

A fisioterapia é uma área médica em que o especialista responsável busca tratar e até prevenir doenças e lesões nos pacientes. Para isso, ele se utiliza de uma série de técnicas e recursos, como exercícios para melhora da postura, acupuntura e massagem. Cada uma das terapias é indicada de acordo com o corpo e situação de indivíduo. Dessa forma, o atendimento se torna direcionado, além de mais eficaz.

Em situações da realização de exercícios físicos, duas partes principais do corpo costumam sofrer. Primeiro, os joelhos, que coordenam a locomoção e acabam por sustentar grande parte do peso de um sujeito. Em seguida, vêm o quadril, que também sustenta grande peso, dessa vez do tronco.

Ambas essas regiões se movimentam bastante durante a realização de qualquer esporte, e por isso ficam sujeitas a impactos repetitivos. Se intensos demais, esses impactos podem causar desgastes das estruturas. Os resultados são lesões, dores e outros sintomas.

É importante destacar que grande parte das lesões acontece porque o exercício escolhido é mal realizado. Ou então quando ele é mal escolhido. Afinal, uma caminhada de alta intensidade pode não ser a mais adequada para você, que tem histórico de lesões, mas funcionar bastante bem para um colega de trabalho. É por esse motivo, aliás, que qualquer exercício físico só deve ser iniciado com o auxílio de um especialista. Especialista como um médico ou educador físico, que poderão verificar os efeitos do esporte sobre cada um.

Tipos de fisioterapia

De qualquer forma, não apenas essas situações podem demandar um fisioterapeuta. No caso de acidentes, quedas e doenças, o aspecto motor do corpo pode ser prejudicado. Assim como em momentos de gravidez, em que a mulher carrega mais peso do que está acostumada. Ou na velhice, em que o organismo já não responde tão bem a estímulos. Assim, a fisioterapia pode auxiliar na manutenção dos movimentos e, principalmente, eliminar dor ou problemas!

Assim, os pacientes podem aproveitar, por exemplo, da fisioterapia do trabalho. A especialidade consegue tratar doenças como a LER (Lesão por Esforço Repetitivo). A fisioterapia esportiva, como o nome já diz, é a mais utilizada pelos atletas.

Já a eletroterapia utiliza a eletricidade para produzir contrações musculares e tratá-los. Por outro lado, a ortopedia acelera a recuperação dos movimentos, o que a torna ideal para o cuidado de traumas, luxações e fraturas. A massoterapia, por sua vez, utiliza a massagem para aliviar as dores do corpo.

Como é feito o tratamento?

Além dessas, são várias as outras técnicas da especialidade. A mais indicada é definida no momento de diagnóstico do paciente, para que seja a mais eficaz no momento do tratamento. Para o diagnóstico, são realizados uma série de exames, como de laboratório, radiografias, ressonância magnética e outros. Os testes físicos, em que o médico percebe os movimentos do indivíduo, são igualmente importantes para essa definição.

Logo, o tratamento geralmente é realizado em dois momentos. Inicialmente, no consultório médico. Nessa etapa, o especialista ensina ao paciente os exercícios e técnicas. Também o guia na realização de cada atividade, para que eles sejam feitos da forma correta. Nesse período, o fisioterapeuta consegue avaliar os efeitos dos movimentos e verificar a necessidade de mudanças ou adaptações.

Já na segunda etapa, o paciente realiza os exercícios em casa, de modo que o corpo se mantenha em terapia contínua. Juntas, ambas as etapas conseguem restabelecer muito bem o indivíduo. O tempo de tratamento, no entanto, varia de acordo com o paciente e sua evolução.

É por todos esses motivos que a fisioterapia no Pacaembu pode trazer muito mais qualidade de vida. Para contar com o melhor tratamento para o seu joelho e quadril, procure o Instituto Trata! Fundado pelo Prof. Dr. Thiago Fukuda e Helder Montenegro, a rede de clínicas oferece um atendimento exclusivo e diferenciado de fisioterapia. Assim, as dores e problemas logo farão parte do passado!

Outros Bairros

Perdizes

Pompéia

Paraíso

Bela Vista